Homeopatia

É uma abordagem terapêutica onde os medicamentos não sendo químicos e, portanto, sem contraindicações, podem ser usados em todas as faixas etárias, desde grávidas e recém-nascidos até ao final da vida. Podem ser utilizados sozinhos ou, no caso de doenças graves, ou já vindo medicados por outros médicos, a acompanhar essa medicação, evitando muitas vezes efeitos secundários dos mesmos. Podem ser usados em qualquer tipo de doença aguda ou crónica.

São retirados da natureza sendo provenientes de produtos vegetais (ex.: belladona), animais (ex.: apis mellifera), minerais (ex.: silicea) ou até secreções do próprio corpo (ex.: processos purulentos).

Dizem-se homeopáticos porque funcionam como a própria doença ou sintoma, tendo a mesma frequência vibratória e assim o organismo começa a reagir ao medicamento e não ao sintoma/doença.

São sempre potenciados, o que quer dizer que uma análise química não encontra produto a partir da potência CH5 ou D10.

Só um médico especialista deve utilizar para que a terapêutica seja bem sucedida.

EXAMES COMPLEMENTARES – Darkfield

Através de uma gota de sangue periférico, colhido sem qualquer dor, é mostrado ao paciente o estado do seu sangue, como ele realmente circula no organismo. Não é uma análise quantitativa mas sim qualitativa. Dá-nos informações sobre problemas circulatórios periféricos ou centrais, o estado do fígado, do intestino, do estômago, e ainda sobre a imunidade e tendência a diabetes

Depois de um tratamento adequado ao problema, o mesmo exame mostra a efetiva melhora, aliciado de uma forma positiva a adesão aos tratamentos e até a mudanças alimentares.