Osteopatia

A osteopatia é um método que age como meio de diagnóstico e tratamento, que utiliza recursos manuais (ou seja, utilizando as mãos como instrumento de trabalho) para uma abordagem terapêutica do corpo e suas dores. A filosofia da osteopatia está fundamentada num conhecimento profundo de anatomia e fisiologia humana. O tratamento através dela permite o reequilíbrio das funções do organismo e do funcionamento do corpo.

De acordo com a osteopatia, o foco maior do estudo e do tratamento é na origem da dor e não onde ela está localizada. Até porque a dor não é a causa principal da lesão, normalmente elas podem ser ocasionadas devido a um desequilíbrio. Por exemplo, uma entorse de tornozelo pode ser um fator principal para uma dor na bacia.

Utilizada desde o ano de 1874 e criada pelo médico americano de nome Andrew Taylor Still.

Destina-se a quem sofrer de dores osteomusculares, com qualquer idade Verifica-se que a osteopatia é, cada vez mais, aplicada a pessoas que sofrem de dores de costas, de um modo geral resultantes de perturbações mecânicas na coluna devido a tensões de postura ou lesões nos discos intervertebrais.

Muitos dos problemas atuais, resultam de uma vida extremamente sedentária, como por exemplo, longas horas passadas à frente de um computador ou por consequência de manipulações de cargas demasiado pesadas.

A osteopatia é um tratamento que surgiu nos Estados Unidos, cujo criador foi Andrew Taylor Still (1828 – 1917). É definida como uma abordagem diagnóstica terapêutica e palpatória que tem como objetivo da sua ação, o paciente, ao invés do sistema convencional centrado na doença.

A osteopatia utiliza técnicas manuais, não invasivas, e é indicada para qualquer pessoa, de qualquer faixa etária e quadro evolutivo da doença, e para uma variedade de patologias desde músculo-esqueléticas.

Tem como objetivo primário, trazer o equilíbrio ao corpo do paciente, para que o mesmo tenha condições de se defender mediante o processo patológico. Assim, o osteopata, procura durante o tratamento, favorecer o processo de cura que é algo inato do corpo.