P. Desenvolvimento e Educação

A Psicologia do Desenvolvimento e Educação refere-se ao estudo das múltiplas variáveis, sejam elas cognitivas, afetivas, sociais ou biológicas, internas ou externas ao indivíduo, que afetam o desenvolvimento humano ao longo da vida, através de metodologias específicas e tendo em consideração o contexto socio-histórico.

Embora mais referenciada face à infância e adolescência, esta área da Psicologia refere-se à avaliação e intervenção ao longo do ciclo de vida, na identificação e potenciação dos processos desenvolvimentais em défice ou em desequilíbrio, muitas vezes geradores de perturbações, com impacto substancial na participação da pessoa nos seus contextos de vida, tendo a nossa abordagem por base o modelo bioecológico do desenvolvimento humano.

Mais do que a identificação das áreas do desenvolvimento em défice no desenvolvimento do ser humano, procura-se identificar as suas potencialidades e, a partir destas e tendo em conta todas as variáveis internas e externas, dar suporte e disponibilizar ferramentas à pessoa para que esta desenvolva o seu máximo potencial.

São exemplo de alterações que afetam o desenvolvimento as dificuldades cognitivas e de aprendizagem, perturbações como o Espetro do Autismo, Comportamento, Hipertatividade com Défice de Atenção, entre outras, bem como alterações genéticas, que têm um impacto na vida do indivíduo, no que respeita à sua participação nos diferentes contextos, como sendo a família, a escola ou o contexto laboral.

O desenvolvimento global da criança está fortemente dependente dos pais, educadores e principais prestadores de cuidados, sendo estes os pilares fundamentais para o seu desenvolvimento harmonioso e pleno, postos à prova a cada novo patamar do desenvolvimento e constantemente nas exigências diárias.